quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Novos teclados monitoram seu nível de stress

Artigo publicado na Techradar.com, em inglês. A tradução é minha, então, sinta-se a vontade para corrigir! :-)

por Adam Hartley
(traduzido por Cléoson Barreto)

Recentes pesquisas acadêmicas mostram que teclados podem ajudar a identificar quando um determinado usuário está ao computador simplesmente por seu estilo de digitar, e ainda podem ser usados para monitorar o nível de stress do usuário.
A técnica mede o ritmo da digitação, e os desenvolvedores sugerem que isto pode ser utilizado em lojas ou bancos para identificar quando alguém está acessando sua conta sob coação ou ameaça.
A revista New Scientist já havia relatado sobre como a mudança no estilo de digitação de uma pessoa pode ajudar a identificar precocemente sinais do mal de Alzheimer.

Técnica de identificação de acesso
As pesquisas mais recentes foram conduzidas pelo psicólogo Mike Dowman na Universidade de Albertay, que solicitou a 35 pessoas para acessar um computador 36 vezes, em 03 sessões distintas, no período de até 1 mês, usando o mesmo nome de usuário e senha.
O objeto do experimento era diferenciar estados neutros e "estressados" observando determinados sons conhecidos para separar diferentes tipos de respostas emocionais extremas, como sirenes de emergência e pessoas discutindo.
Os dados resultantes do experimento foram então utilizados para desenvolver e testar software que poderia identificar uma pessoa a partir de seu estilo de digitação.

Nenhum comentário: