Cada vez mais a Microsoft confirma que o lançamento do Windows Vista foi um fiasco. Com a nova versão do Windows, o Windows 7, tentando se "disfarçar" de XP, essa teoria fica patente.

Eu tenho o Windows Vista instalado em meu notebook e sei que este sistema operacional consome todo o hardware que puder, e sempre pede mais. E olha que a configuração do meu meu notebook não é das piores: processador Intel Dual Core 1.6GHz, memória RAM 2GB, 120 GB de HD (SATA). Se o Windows 7 não melhorar o quesito consumo de hardware, entre outras coisas, tende, em minha opinião, a ser um novo fiasco.

O artigo abaixo está em http://uoltecnologia.blog.uol.com.br/apostas/.

divulgação

Eu sou o mesmo que você conheceu anos atrás

Na tentativa de finalmente exorcizar o velho Windows XP, o ainda-não-nascido-mas-muito-falado 7 deverá ganhar um modo especial de compatibilidade com seu ancestral. A funcionalidade permitirá que programas desenvolvidos especificadamente para o XP rodem sem problemas no 7, a partir de uma tecnologia conhecida por virtualização, que “simula” para o programa que ele está em outro sistema operacional.

De acordo com um post no blog de desenvolvimento do Windows, a novidade é voltada especialmente para empresas, que muitas vezes precisam rodar programas mais antigos em seu dia a dia.

O curioso é que de acordo com a imagem usada para anunciar o novo recurso, os programa poderão ser identificados por estarem dentro de uma janela do XP, com as bordas azuis e botões vermelhos.

E falando em Windows 7, os novos boatos são de que sua versão final de testes, conhecida por RC1, deve estar oficialmente disponível para download a partir do dia 5 de maio.