quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Conto de Natal


Fonte: http://br.dir.groups.yahoo.com/group/mensagensdeanimo/message/2925
O cansaço pela vida chegou ao coração de Melissa. A perda de tantas emoções ao longo de sua vida, assim como a ingratidão das pessoas, as desavenças com a família que tanto queria que fosse unida, fez dela uma mulher em eterna depressão, onde não mais notava o amor do marido e nem dos filhos.
- Para que viver?
Era a pergunta que ela mais se fazia.
- De que vale a vida?
Era sua busca diária constante.
Com esse quadro, não demorou muito para que as medicações tomassem o espaço de seu livre arbítrio. Ela não mais decidia sequer sobre seu sono, pois ele só acontecia com a ajuda da química, que anestesia nossa mente e nos afasta, por alguns instantes apenas, da realidade em que vivemos.
O Natal já se aproximava.
Mas, este ano seria diferente! Ela sequer pensava em preparar sua árvore, tampouco sua casa.Ela não tinha mais o que comemorar.
Sentindo-se incompreendida por tudo e por todos, Melissa deixa seu lar e vai morar sozinha, quando faltavam apenas 10 dias para o Natal.
E, na sua solidão, muitas outras perguntas surgiam e outras dúvidas mais varriam sua mente.
- Minha vida não vale nada! Ninguém sentiria minha falta depois de alguns dias de minha morte! É sempre assim: as pessoas passam e pronto... - dizia ela a si mesma.
Sai então a passear de carro pelas ruas, tentando arejar sua cabeça, e vê muita gente em clima de festa. Ambientes em clima de festa e volta a se questionar:
- No fundo, somos todos hipócritas: festejamos algo que acreditamos, mas não praticamos; não temos força para deixar de praticar aquilo que combatemos.
Quando passar o Natal, estas pessoas vão voltar ao seu normal, com suas individualidades, seus egoísmos e seu bater de ombros para tudo que realmente interessa nesta vida.
Estou cansada de tudo isto, Natal é coisa passageira, e pior ainda, falam e enaltecem o Cristo neste dia e logo depois nem lembram as promessas que fizeram na Ceia.
As pessoas sempre esquecem suas promessas por terem medo e incapacidade de cumpri-las...
Já era tarde, e ela sequer notou que seu carro ficou sem gasolina. Vinha se esquecendo de fazer muitas coisas corriqueiras e abastecer o carro foi uma delas.
Sentiu que estava ainda mais certa sobre o individualismo das pessoas, quando pediu ajuda e ninguém lhe deu atenção.
Ficou ali, com o carro parado naquele bairro escuro, em meio à marginal do rio Pinheiros, olhando os suntuosos luminosos com as propagandas que assolam o longo muro do Jockey Club de São Paulo.
- E daí? - pensou ela - Ninguém está nem aí pra mim mesmo! A vida é muito estranha e as pessoas mais ainda.
Notou a presença de alguém chegando, e pensou:
- Se fosse em outros tempos eu já estaria apavorada. Vão me assaltar! Mas, do jeito que estou, que assaltem e quem sabe me tiram este fardo pesado que é viver...
Olhou para o lado e logo foi gritando:
- Atire! Atire logo, não tenho nada para você roubar...
Neste exato momento, um barulho estourado aconteceu e ela se viu no chão, ao lado de um homem que falava com ela.
- Estou morta? Consegui? Agora vou ficar em paz!
- Bem minha senhora, nem sempre podemos fugir tão facilmente assim de nossa missão nessa existência. Ao nosso lado está uma criança muito ferida. Precisamos ajudá-la!
Venha, tenho conhecimentos de primeiros socorros e, talvez, possamos salvá-la. Infelizmente seus pais não tiveram a mesma sorte... - disse o homem.
Melissa disse então:
- Deus poderia tirar minha vida e dá-la a esta criança desfigurada, agora em meus braços, e à sua família dentro carro...
O homem exclamou:
- Assim seja senhora!
Ela sentiu-se um pouco estranha e, logo, percebeu que as pessoas envolvidas no acidente eram os membros de sua família. Tentou tocá-las, mas parecia que ninguém a notava.
Buscou o homem com quem conversou e percebeu que apenas ele podia notá-la. Perguntou a ele como podia ser isso. Ele lhe explicou dizendo:
- Seu pedido foi atendido. Você deu a sua vida por esta família.
- Mas, esta é a minha família... - disse Melissa ao homem.
- Eu sei... - respondeu ele - Eles a procuravam por toda a cidade, pois hoje é véspera de Natal, e todos sofriam pela sua ausência. Sofriam porque a amam e, essas pessoas todas que estão chegando ao local também chorando, são suas amigas que largaram tudo na Ceia de Natal para vir prestar suas dores, aqui mesmo, no local do acidente. E você sempre pensou que nenhuma delas nada sentia por sua pessoa.
Melissa percebeu que, durante muito tempo em sua vida, não soube responder com amor ao amor que recebeu das pessoas e, então, disse ao homem:
- Se Deus me desse mais uma chance, eu mudaria e jamais deixaria meus amigos, meus filhos e meu marido. Faria por eles tudo que deixei de fazer! Daria a eles meu amor, de maneira incondicional!
- Assim seja feito! - disse o homem.
Melissa, então, olhou para o lado e logo foi gritando:
- Atire! Atire logo, não tenho nada para você roubar...
E, nesse momento, uma mão lhe tocou o rosto dizendo:
- Calma, meu amor, sou eu! Seu marido!
E, logo depois, ouviu-se, um barulho estourado... Era do escapamento de um caminhão que por ali passava. Em seguida, os filhos de Melissa saíam do carro indo ao seu
encontro, e outros carros estacionavam e, deles, desciam suas amigas.
Seus filhos a abraçaram e disseram:
- Venha mamãe! Procuramos pela senhora por toda a cidade nesta Noite de Natal. Queremos mudar as nossas e a sua vida e, para isso, vamos orar e comemorar Jesus, para que, juntos, Ele nos faça encontrar a felicidade novamente!
Melissa abraça o marido e os filhos e nota, do outro lado da Marginal, o Homem com o qual conversou, acenando-lhe um adeus e caminhando sobre as águas do rio, desaparecendo na névoa daquela noite...


Isso me faz reforçar que, independente de data,a coisa mais importante que podemos ter é a família. Em seguida, amigos, mas amigos de verdade, amigos de fé. No mais, em épocas como essa de Natal e outras festas afins, vejo muito comércio, muita falsidade, muita gente querendo "pagar de bonzinho", e outras coisas das quais não gosto nem de me aproximar. Eu sei que não sou ninguém para julgar a sinceridade de qualquer pessoa, mas tenho minhas percepções, e guardo pra mim as minhas conclusões.
Sim, eu não sou muito adepto de Natal, mas acredito nas pessoas, e acredito que existe bondade nas pessoas. Isso é um excelente motivo pra confraternizar, independente da época do ano. E acho muito legal a alegria das crianças, a fé pura e inocente no "Papai Noel", o bom velhinho que vem nos visitar na noite de Natal. Por elas, as crianças, acredito que vale a pena enfeitar a casa, montar a árvore de Natal, e fazer toda a tradição que vem junto com essa época.

Desejo sinceramente que todos tenham ótimas festas neste final de ano, com muita saúde, felicidade e cercado de seus amigos e familiares.

Desejo de Natal


Algum Papai Noel de plantão me dá 1 (se puder dar 2, melhor)????

Maiores detalhes do brinquedinho, aqui.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Firefox de novo!



O Firefox, pela terceira vez consecutiva, conquistou o prêmio INFO, na categoria "Navegador".
Ele é o segundo navegador mais usado, e detém aproximadamente 25% do mercado de navegadores.
"Continuamos avançando velozmente. Em breve, teremos sincronia de favoritos e também as personas, que vão mudar o visual do Firefox", diz Mario Rinaldi, coordenador da Mozilla Brasil.
O Wordpress também conquistou o prêmio, pela segunda vez consecutiva, na categoria "Gerenciador de Conteúdo".
Leia a notícia aqui.

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Natal x Segurança


"Então é natal..." e também época de abrir os olhos para os "malandros digitais" de plantão. A PCWorld mostra os 12 golpes natalinos mais perigosos da web e como se proteger, além de 5 dicas para a proteção do seu PC e dados pessoais.
Particularmente, acho que não tem nenhuma grande novidade. Mas é sempre bom relembrar os cuidados de sempre: não abrir e-mail de estranhos, não clicar nos famosos links "clique aqui" que aparecem em e-mails, atualize seu software de antivírus (principalmente se você usa Windows, é claro!), não compre em sites que você não conhece, dentre outros.
Vale a pena dar uma olhada!

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Linux gera economia de R$ 250 mil para Prefeitura de Barra do Choça



"A Prefeitura de Barra do Choça economizou aproximadamente R$ 200 mil desde que começou a instalar em seus computadores, em janeiro de 2009, o Sistema Operacional Linux. O valor se refere ao que precisaria ser investido em atualização e aquisição de licenças de softwares proprietários como o Windows e a suíte de aplicativos de escritório Microsoft Office, que inclui o editor de textos Word, de planilhas eletrônicas Excel, de apresentações Power Point, dentre outros."
Leia a matéria completa em: http://www.pronano.com.br/?p=52

Ser grande


Foto tirada no Mosteiro dos Jerônimos, em Lisboa, Portugal - Maio/2008.
"PARA SER GRANDE, sê inteiro: nada
Teu exagera ou exclui.
Sê todo em cada coisa. Põe quanto és
No mínimo que fazes.
Assim em cada lago a lua toda
Brilha, porque alta vive."

(Fernando Pessoa)

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Será que vale a pena?


Tem vezes que eu acho que não vou ter mais forças pra continuar tocando a vida, o trabalho, etc. Mas aí, chegou em casa, cansado, irritado pelo trânsito, um calor beirando o insuportável e me deparo com isso:


Não tem recarregador de bateria que supere esse sorriso! Eu esqueço das "dores do mundo", e respondo, sem medo de errar, a pergunta título deste post: SIM, vale muuuito a pena!!

Alguém tem coragem de discordar??? ;-)

Ouvir com empatia


Recebido por e-mail.
"A maior parte das pessoas não consegue escutar com a intenção de compreender; elas ouvem com a intenção de retrucar. Estão sempre falando ou se preparando para falar; filtram tudo através de seus próprios paradigmas e lêem sua autobiografia na vida das outras pessoas. São pessoas que quando ouvem algum relato dizem prontamente: “Ah! Sei exatamente como você se sente! Já passei por isso também. Vou contar o que aconteceu comigo...”.

Já a escuta empática é a escuta com a finalidade de compreender. Ou seja, primeiro compreender, realmente compreender. A empatia não é igual à solidariedade. Não significa concordar incondicionalmente com alguém, mas compreender alguém profundamente, tanto no plano emocional quanto no intelectual. A escuta empática significa muito mais do que registrar, repetir ou mesmo entender as palavras que estão sendo ditas; significa ouvir também com os olhos e o coração. Você ouve procurando entender o significado, o sentimento; ouve para compreender.

Quando você ouve com empatia, você compreende o que acontece; depois você pode se concentrar na solução do problema ou nos conselhos que tem a dar.
É difícil procurar primeiro compreender, diagnosticar, antes de receitar uma solução. É muito mais simples oferecer logo uma solução que vem servindo a você há tanto tempo, sem se preocupar se ela serve ou não à outra pessoa.

Portanto, por mais difícil que seja, procure primeiro compreender antes de aconselhar. Esse é um princípio correto que se manifesta em muitas áreas da vida. É a marca registrada de todos os profissionais de verdade."

(texto de Stephen R. Covey no livro “Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes”)

Que esta semana seja melhor que a anterior!

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Burros motivados


Recebi esta mensagem por e-mail e resolvi compartilhá-la aqui. Os grifos são meus.

Update: Para registrar, quem me mandou a mensagem por e-mail foi a Nádia, minha primeira e mais fiel seguidora!

A revista ISTO É publicou esta entrevista de Camilo Vannuchi. O entrevistado é Roberto Shinyashiki, médico psiquiatra, com Pós-Graduação em administração de empresas pela USP, consultor organizacional e conferencista de renome nacional e internacional.

Cuidado com os burros motivados

Em 'Heróis de Verdade', o escritor combate a supervalorização das aparências, diz que falta ao Brasil competência, e não auto-estima.

ISTO É - Quem são os heróis de verdade?

Roberto Shinyashiki -- Nossa sociedade ensina que, para ser uma pessoa de sucesso, você precisa ser diretor de uma multinacional, ter carro importado, viajar de primeira classe. O mundo define que poucas pessoas deram certo. Isso é uma loucura. Para cada diretor de empresa há milhares de funcionários que não chegaram a ser gerentes. E essas pessoas são tratadas como uma multidão de fracassados. Quando olha para a própria vida, a maioria se convence de que não valeu à pena, porque não conseguiu ter o carro, nem a casa maravilhosa. Para mim, é importante que o filho da moça que trabalha na minha casa, possa se orgulhar da mãe. O mundo precisa de pessoas mais simples e transparentes. Heróis de verdade são aqueles que trabalham para realizar seus projetos de vida, e não para impressionar os outros. São pessoas que sabem pedir desculpas e admitiram que erraram.

ISTO É -- O Sr. citaria exemplos?

Shinyashiki -- Quando eu nasci, minha mãe era empregada doméstica e meu pai, órfão aos sete anos, empregado em uma farmácia. Morávamos em um bairro miserável em São Vicente (SP) chamado Vila Margarida. Eles são meus heróis. Conseguiram criar seus quatro filhos, que hoje estão bem. Acho lindo quando o Cafu põe uma camisa em que está escrito '100% Jardim Irene'. É pena que a maior parte das pessoas esconda suas raízes. O resultado é um mundo vítima da depressão, doença que acomete hoje 10% da população americana. Em países como o Japão, a Suécia e a Noruega, há mais suicídio do que homicídio. Por que tanta gente se mata? Parte da culpa está na depressão das aparências, que acomete a mulher, que embora não ame mais o marido, mantém o casamento, ou o homem que passa décadas em um emprego, que não o faz se sentir realizado, mas o faz se sentir seguro.

ISTO É -- Qual o resultado disso?

Shinyashiki -- Paranóia e depressão cada vez mais precoce. O pai quer preparar o filho para o futuro e mete o menino em aulas de inglês, informática e mandarim. Aos nove ou dez anos a depressão aparece. A única coisa que prepara uma criança para o futuro, é ela poder ser criança. Com a desculpa de prepará-los para o futuro, os malucos dos pais estão roubando a infância dos filhos. Essas crianças serão adultos inseguros e terão discursos hipócritas. Aliás, a hipocrisia já predomina no mundo corporativo.

ISTO É - Por quê?

Shinyashiki -- O mundo corporativo virou um mundo de faz-de-conta, a começar pelo processo de recrutamento. É contratado o sujeito com mais marketing pessoal. As corporações valorizam mais a auto-estima do que a competência. Sou presidente da Editora Gente e entrevistei uma moça que respondia todas as minhas perguntas com uma ou duas palavras. Disse que ela não parecia demonstrar interesse. Ela me respondeu estar muito interessada, mas como falava pouco, pediu que eu pesasse o desempenho dela, e não a conversa. Até porque ela era candidata a um emprego na contabilidade, e não de relações públicas. Contratei-a na hora. Num processo clássico de seleção, ela não passaria da primeira etapa.

ISTO É -- Há um script estabelecido?

Shinyashiki -- Sim. Quer ver uma pergunta estúpida feita por um presidente de multinacional no programa 'O Aprendiz'?
- Qual é seu defeito?
Todos respondem que o defeito é não pensar na vida pessoal:
- Eu mergulho de cabeça na empresa. Preciso aprender a relaxar.
É exatamente o que o Chefe quer escutar. Por que você acha que nunca alguém respondeu ser desorganizado ou esquecido? É contratado quem é bom em conversar, em fingir. Da mesma forma, na maioria das vezes, são promovidos aqueles que fazem o jogo do poder. O vice-presidente de uma as maiores empresas do planeta me disse: 'Sabe, Roberto, ninguém chega à vice-presidência sem mentir'. Isso significa que quem fala a verdade não chega a diretor!

ISTO É -- Temos um modelo de gestão que premia pessoas mal preparadas?

Shinyashiki -- Ele cria pessoas arrogantes, que não têm a humildade de se preparar, que não têm capacidade de ler um livro até o fim e não se preocupam com o conhecimento. Muitas equipes precisam de motivação, mas o maior problema no Brasil é competência. Cuidado com os burros motivados. Há muita gente motivada fazendo besteira. Não adianta você assumir uma função, para a qual não está preparado. Fui cirurgião e me orgulho de nunca um paciente ter morrido na minha mão. Mas tenho a humildade de reconhecer que isso nunca aconteceu graças a meus chefes, que foram sábios em não me dar um caso, para o qual eu não estava preparado. Hoje, o garoto sai da faculdade achando que sabe fazer uma neurocirurgia. O Brasil se tornou incompetente e não acordou para isso.

ISTO É -- Está sobrando auto-estima?

Shinyashiki -- Falta às pessoas a verdadeira auto-estima. Se eu preciso que os outros digam que sou o melhor, minha auto-estima está baixa. Antes, o ter conseguia substituir o ser. O cara mal-educado dava uma gorjeta alta para conquistar o respeito do garçom. Hoje, como as pessoas não conseguem nem ser, nem ter, o objetivo de vida se tornou parecer. As pessoas parecem que sabem, parece que fazem, parece que acreditam. E poucos são humildes para confessar que não sabem. Há muitas mulheres solitárias no Brasil, que preferem dizer que é melhor assim. Embora a auto-estima esteja baixa, fazem pose de que está tudo bem.

ISTO É -- Por que nos deixamos levar por essa necessidade de sermos perfeitos em tudo e de valorizar a aparência?

Shinyashiki -- Isso vem do vazio que sentimos. A gente continua valorizando os heróis. Quem vai salvar o Brasil? O Lula. Quem vai salvar o time? O técnico. Quem vai salvar meu casamento? O terapeuta. O problema é que eles não vão salvar nada! Tive um professor de filosofia que dizia:
'Quando você quiser entender a essência do ser humano, imagine a rainha Elizabeth com uma crise de diarréia durante um jantar no Palácio de Buckingham'.
Pode parecer incrível, mas a rainha Elizabeth também tem diarréia. Ela certamente já teve dor de dente, já chorou de tristeza, já fez coisas que não deram certo. A gente tem de parar de procurar super-heróis, porque se o super-herói não segura a onda, todo mundo o considera um fracassado.

ISTO É -- O conceito muda quando a expectativa não se comprova?

Shinyashiki -- Exatamente.. A gente não é super-herói nem superfracassado. A gente acerta, erra, tem dias de alegria e dias de tristeza. Não há nada de errado nisso. Hoje, as pessoas estão questionando o Lula, em parte porque acreditavam que ele fosse mudar suas vidas e se decepcionaram. A crise será positiva se elas entenderem que a responsabilidade pela própria vida é delas.

ISTO É -- Muitas pessoas acham que é fácil para o Roberto Shinyashiki dizer essas coisas, já que ele é bem-sucedido. O senhor tem defeitos?

Shinyashiki -- Tenho minhas angústias e inseguranças. Mas aceitá-las faz minha vida fluir facilmente. Há várias coisas que eu queria e não consegui. Jogar na Seleção Brasileira, tocar nos Beatles (risos). Meu filho mais velho nasceu com uma doença cerebral e hoje tem 25 anos. Com uma criança especial, eu aprendi que, ou eu a amo do jeito que ela é, ou vou massacrá-la o resto da vida para ser o filho que eu gostaria que fosse. Quando olho para trás, vejo que 60% das coisas que fiz deram certo. O resto foram apostas e erros. Dia desses apostei na edição de um livro, que não deu certo. Um amigão me perguntou: 'Quem decidiu publicar esse livro?' Eu respondi que tinha sido eu. O erro foi meu. Não preciso mentir.

ISTO É - Como as pessoas podem se livrar dessa tirania da aparência?

Shinyashiki -- O primeiro passo é pensar nas coisas que fazem as pessoas cederem a essa tirania e tentar evitá-las. São três fraquezas: A primeira é precisar de aplauso, a segunda é precisar se sentir amada e a terceira é buscar segurança. Os Beatles foram recusados por gravadoras e nem por isso desistiram. Hoje, o erro das escolas de música é definir o estilo do aluno. Elas ensinam a tocar como o Steve Vai, o B. B. King ou o Keith Richards. Os MBAs têm o mesmo problema: ensinam os alunos a serem covers do Bill Gates. O que as escolas deveriam fazer é ajudar o aluno a desenvolver suas próprias potencialidades.

ISTO É -- Muitas pessoas têm buscado sonhos que não são seus?

Shinyashiki -- A sociedade quer definir o que é certo. São quatro loucuras da sociedade:
A primeira é instituir que todos têm de ter sucesso, como se eles não tivessem significados individuais.
A segunda loucura é: Você tem de estar feliz todos os dias.
A terceira é: Você tem que comprar tudo o que puder. O resultado é esse consumismo absurdo.
Por fim, a quarta loucura: Você tem de fazer as coisas do jeito certo.
Jeito certo não existe. Não há um caminho único para se fazer as coisas. As metas são interessantes para o sucesso, mas não para a felicidade. Felicidade não é uma meta, mas um estado de espírito. Tem gente que diz que não será feliz, enquanto não casar, enquanto outros se dizem infelizes justamente por causa do casamento. Você pode ser feliz tomando sorvete, ficando em casa com a família ou com amigos verdadeiros, levando os filhos para brincar ou indo à praia ou ao cinema. Quando era recém-formado em São Paulo, trabalhei em um hospital de pacientes terminais. Todos os dias morriam nove ou dez pacientes. Eu sempre procurei conversar com eles na hora da morte. A maior parte pega o médico pela camisa e diz:
'Doutor, não me deixe morrer. Eu me sacrifiquei à vida inteira, agora eu quero aproveitá-la e ser feliz'.
Eu sentia uma dor enorme por não poder fazer nada. Ali eu aprendi que a felicidade é feita de coisas pequenas. Ninguém na hora da morte diz se arrepender por não ter aplicado o dinheiro em imóveis ou ações, mas sim de ter esperado muito tempo ou perdido várias oportunidades para aproveitar a vida.
Tenham todos uma excelente semana!

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Cúmulo da irresponsabilidade


Notícia veiculada no portal G1.globo.com:
Bebê morre enquanto médico jogava xadrez on-line, diz jornal na China

Criança de cinco meses sofria de infecção ocular.
Oftalmologista confessou a culpa e foi demitido, segundo as autoridades.

Da AFP, em Pequim

Um bebê de cinco meses morreu vítima de uma infecção em um hospital do leste da China, enquanto o médico jogava xadrez na Internet, informa o jornal "China Daily".

O médico, um oftalmologista, foi demitido do hospital infantil de Nankin após o falecimento do bebê.

O doutor Mao Xiaojun afirmou em um primeiro momento que estava trabalhando em uma tese quando o estado da criança, que sofria uma infecção ocular, se agravou.

Mas uma investigação interna revelou que ele jogava xadrez na Internet.

"Ele admitiu que estava jogando depois que nossos técnicos examinaram o computador", declarou Li Shandong, secretário de Saúde da província de Jiangsu.

De acordo com a imprensa oficial chinesa, 11 pessoas, incluindo o diretor do hospital, serão punidas.

O grifo é meu. Agora eu pergunto: se o dito cujo estivesse trabalhando na tese não teria problemas?????

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Liberada a versão Beta 2 do Firefox 3.6



Foi liberada na noite de 10/11/2009 a versão Beta 2 do Firefox 3.6. Essa atualização contém cerca de 190 correções em relação a versão Beta, dentre outras coisas. Algumas novas característica para serem avaliadas:

- Mecanismo para impedir que softwares incompatíveis travem o Firefox;
- Os usuários podem alterar a aparência do Firefox com apenas 1 clique, com o suporte para o Personas;
- O Firefox 3.6 alertará os usuários acerca de plugins desatualizados, para mantê-los seguros;
- Vídeos nativos podem ser visto em full-screen;
- Suporte para o formato de fonte WOFF (Web Open Font Format);
- Melhora na performance de JavasScript, e no tempo de startup;
- Suporte para as tecnologias CSS, DOM e HTML5.

A notícia completa está em http://blog.mozilla.com/blog/2009/11/11/firefox-3-6-beta-2-now-available-for-download/ (em inglês).

As versões para testes podem ser baixadas nos links abaixo:
Nunca é demis reforçar que essa é uma versão ainda instável, portanto, use por sua conta e risco!

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Apagão


Acabo de chegar em casa. São agora 23:36h. Ligo a televisão e vejo no noticiário que 9 estados brasileiros estão sem energia elétrica. Os sites http://www.folha.uol.com.br/ e http://g1.globo.com/ estão fora do ar.
Segundo o portal R7, os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal (6 portanto, diferente do que anunciou o plantão de jornalismo da Band, que anuncia neste momento 9 estados sem energia) estão às escuras.
O problema aconteceu na usina de Itaipu, porém não se sabe ao certo qual foi. O plantão da Band informou também que o problema afetou o Paraguai.
Neste momento, torço de verdade para que nada de mais grave aconteça com os estados afetados, e também pelo breve restabelecimento da situação à normalidade.
Se com energia elétrica a situação de segurança é triste, imagine sem energia elétrica...

Novo padrão brasileiro de plugues e tomadas



Matéria da INFO Abril trás algumas informações sobre o novo padrão de brasileiro de plugues e tomadas, criado pela ABNT.
Na matéria, algumas justificativas para o uso do novo padrão, e resposta a algumas possíveis dúvidas de todos nós, usuários, como por exemplo: "Adaptadores e benjamins serão proibidos?" ou "Terei que trocar as minhas tomadas?".
Leia a matéria (matéria de novo??? tô sem inspiração...) em:
http://info.abril.com.br/noticias/tecnologia-pessoal/adaptador-e-benjamin-nao-serao-proibidos-10112009-29.shl.

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Navegador Firefox completa 5 anos


Imagem: http://softwarelivre.org/projeto-software-livre-bahia/blog/vicente-aguiar-firefox-ja-e-22-da-web

No dia 09/11/2004, foi lançada a versão 1.0 do Firefox. Nos 4 primeiros dias, já atingiu a marca de 1 milhão de downloads! Segundo o blog http://blog.mozilla.com/blog/2009/11/09/five-years-of-firefox/, esse número cresceu para aproximadamente 330 milhões de usuários pelo mundo afora.
Hoje o Firefox é traduzido para mais de 70 línguas e possui mais de 7.000 add-ons (ou complementos), que podemos utilizar para customizar o navegador das mais variadas maneiras.
Para comemorar, comunidades do mundo todo estão aderindo à campanha "Ilumine o mundo com Firefox", cujo objetivo é disseminar ainda mais o Firefox em todo os lugares.
Parabéns a toda a comunidade Firefox, que, na minha opinião, é um dos melhores (senão o melhor) navegador utilizado hoje em dia.

Windows 7 é tudo que o Google queria



Matéria interessante no site da INFO, sobre o Windows 7 e o Chrome OS. No final do texto está a seguinte frase: "Será a primeira vez que uma distribuição Linux terá chances de bater o Windows.". Será mesmo??
Leia a matéria completa aqui.

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Google mostra dados que coleta dos usuários


Bem, depois de mais de 1 mês sem postar nada, vou tentar voltar à ativa novamente. O motivo dessa minha ausência é o mesmo de muitos outros: falta de tempo. Mas não vou ficar lamentado o "leite derramado" (ou o post não postado! :-) ). Mãos a obra!

Um nova ferramenta disponibilizada pelo Google (Google Dashboard) mostra os dados dos usuários que são armazenados enquanto navegam. Segundo a INFO On-line, "A novidade é a mais recente tentativa do gigante das buscas de permitir que os internautas tenham mais controle sobre seus dados pessoais."
Leia mais aqui e aqui.

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Felicidade!!



Nasceu o mais novo integrante da família Barreto: Fernando. O "quinto elemento" nasceu pesando 3.460g e medindo 51cm.

Tudo correu bem na cirurgia, e estamos só aguardando a liberação pra ir pra casa curtir de verdade o nosso molequinho!

Felicidade total!!!

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

E porque hoje é sexta...


... piadinhaS pra começar bem o final de semana!!

Fonte: http://www.piada.com/


#############################


No princípio, Eva não quis comer a maçã.
- Come - disse a serpente - e serás como os anjos!
- Não - respondeu Eva.
- Terás o conhecimento do Bem e do Mal - insistiu a víbora.
- Não!
- Serás imortal.
- Não!
- Serás como Deus!
- Não, e não!
A serpente já estava desesperada e não sabia o que fazer para que a Eva comesse a maçã. Até que teve uma idéia.
Ofereceu-lhe novamente a fruta e disse:
- Come que emagrece.

#############################

Gritaria no quarto.
O marido entra correndo e acende a luz.
Ele vê um cara pulando pra fora da janela.
A mulher grita:
- Aquele cara me possuiu duas vezes!
Ele pergunta:
- Duas? E porque você não gritou logo na primeira vez?
Ela responde:
- Porque eu pensei que fosse você... até que ele começou a dar a segunda.

#############################

O chefe de um departamento, sentindo que seus subordinados não respeitavam sua liderança, resolveu colocar uma placa na porta de seu escritório onde se lia:
"Aqui quem manda sou eu".
Após ter voltado de uma reunião, viu o seguinte bilhete pregado junto à placa:
- Chefe, sua esposa ligou e pediu para o senhor devolver a placa.

#############################

Excelente final semana a todos!!!

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Não!...


O Farinha Digital não acabou! Não morreu, a farinha não "esfriou", e nem acabou. Continua gostosa e crocante como sempre.

Passei um tempo fora de Belém, e agora estou de volta. Foram 3 ótimos meses em Brasília. Ótimos pelo trabalho, pela cidade, pelo clima, pelas novas amizades que fiz. Só não foi totalmente ótimo (se é que se pode falar assim), porque a minha família não estava comigo. Mas já estou matando as saudades!

Algumas coisas aconteceram nesse período: umas boas, outras nem tanto. Não consegui realizar tudo o que tinha planejado, mas isso faz parte da vida. Eu acho que os desafios movem a vida. Dentre os objetivos que tracei, um eu não consegui executar. Mas isso se torna um novo desafio.

Como disse um amigo meu, a vida é parecida com um jogo de xadrez: você arma suas estratégias e move as peças no sentido fazer com que sua estratégia seja a vencedora. Porém, nem sempre as jogadas sucedem da forma que gostaríamos que fosse. Então, nesse momento, é hora de olhar novamente o jogo, pensar, analisar, talvez refazer a estratégia. Pensar com calma qual será seu próximo movimento, qual a peça que deve ser mexida e em que direção, de forma que isso o leve a atingir o seu objetivo.

E é isso que eu estou fazendo agora: pensando qual o meu próximo movimento. E enquanto isso, vou aproveitando as coisas boas que a vida oferece. E uma das melhores coisas, senão a melhor, que posso dizer que tenho hoje é a minha família: uma esposa adorável, filhos lindos (sim, eu sou coruja!), e mais um filho lindo. Esse último filho lindo vai nascer na próxima semana. Ele já foi anunciado aqui. E vai ser anunciado mais uma vez quando deixar sua casa temporária (barriga da mamãe :-) ), pois a felicidade é tanta que não tem como não compartilhar!

E eu sou um pai que está em plena gravidez!

Bem, por hoje é só. Prometo a mim mesmo que não vou ficar mais tanto tempo sem postar. Ainda mais que pretendo colocar algumas fotos do novo filhote por aqui.

E a partir da próxima segunda-feira, pretendo voltar a colocar textos para reflexão e as piadas de sexta. Será que amanhã vai ter piada? Quem sabe... Passa aqui pra dar uma olhadinha! ;-)

terça-feira, 11 de agosto de 2009

A gravidez de um pai


Recebi essa mensagem por e-mail, do Brayam. Achei bem legal, resolvi compartilha-la aqui, mesmo atrasado, como homenagem a todos os pais! :-)

A gravidez de um pai

A gravidez de um pai não se dá nas entranhas, mas fora delas.

Ela se dá primeiro no coração, onde o sentimento de paternidade é gerado. Um desejo de ser e de se ver prolongado em outra vida, que seja parte de si mesmo, mas com vida própria...

E quando ele sente pela primeira vez a vida que ajudou a gerar, tudo toma outra forma. Ele sente um chute e se diz já que este será um grande jogador de futebol. E muitas vezes se surpreende e se maravilha quando vê uma princesinha que sabe chutar tão bem. Mas tanto faz. Está ali um sonho que se torna palpável.

E um parto de pai se dá quando ele pega pela primeira vez sua criança nos braços, quando ele se vê em características naquele serzinho tão midinho que nem se dá conta ainda que veio ao mundo e que se tornou o mundo de alguém. E os sentimentos e emoções se atropelam dentro dele. E ele sente que, à partir desse instante, a vida nunca mais será a mesma. E ele precisa olhar dez, cem, mil vezes para acreditar que tudo não passa de um sonho. E geralmente há um enorme sentimento de orgulho que toma posse dele.

Assim se forma um pai. Pronto para ensinar tudo o que aprendeu da vida, um dia ele descobre que não sabe realmente muito, que na verdade aprende a cada instante. Diante da sua criança ele se torna um adulto vulnerável e acessível. E vai gerando, pouquinho a pouquinho, dentro de si mesmo, a arte de se tornar um pai.

Letícia Thompson

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Crônica


É, tá meio complicado arranjar tempo pra postar por aqui. Mas só para não ficar sem nada, coloco essa crônica de Luis Fernando Veríssimo, que eu vi no site http://www.pensador.info/p/cronicas_de_luiz_fernando_verissimo/1/.
Nem precisa falar muito, basta ler! :-)

A aliança

Esta é uma história exemplar, só não está muito claro qual é o exemplo. De qualquer jeito, mantenha-a longe das crianças. Também não tem nada a ver com a crise brasileira, o apartheid, a situação na América Central ou no Oriente Médio ou a grande aventura do homem sobre a Terra. Situa-se no terreno mais baixo das pequenas aflições da classe média. Enfim. Aconteceu com um amigo meu. Fictício, claro.

Ele estava voltando para casa como fazia, com fidelidade rotineira, todos os dias à mesma hora. Um homem dos seus 40 anos, naquela idade em que já sabe que nunca será o dono de um cassino em Samarkand, com diamantes nos dentes, mas ainda pode esperar algumas surpresas da vida, como ganhar na loto ou furar-lhe um pneu. Furou-lhe um pneu. Com dificuldade ele encostou o carro no meio-fio e preparou-se para a batalha contra o macaco, não um dos grandes macacos que o desafiavam no jângal dos seus sonhos de infância, mas o macaco do seu carro tamanho médio, que provavelmente não funcionaria, resignação e reticências... Conseguiu fazer o macaco funcionar, ergueu o carro, trocou o pneu e já estava fechando o porta-malas quando a sua aliança escorregou pelo dedo sujo de óleo e caiu no chão. Ele deu um passo para pegar a aliança do asfalto, mas sem querer a chutou. A aliança bateu na roda de um carro que passava e voou para um bueiro. Onde desapareceu diante dos seus olhos, nos quais ele custou a acreditar. Limpou as mãos o melhor que pôde, entrou no carro e seguiu para casa. Começou a pensar no que diria para a mulher. Imaginou a cena. Ele entrando em casa e respondendo às perguntas da mulher antes de ela fazê-las.

— Você não sabe o que me aconteceu!
— O quê?
— Uma coisa incrível.
— O quê?
— Contando ninguém acredita.
— Conta!
— Você não nota nada de diferente em mim? Não está faltando nada?
— Não.
— Olhe.

E ele mostraria o dedo da aliança, sem a aliança.
— O que aconteceu?

E ele contaria. Tudo, exatamente como acontecera. O macaco. O óleo. A aliança no asfalto. O chute involuntário. E a aliança voando para o bueiro e desaparecendo.

— Que coisa - diria a mulher, calmamente.
— Não é difícil de acreditar?
— Não. É perfeitamente possível.
— Pois é. Eu...
— SEU CRETINO!
— Meu bem...
— Está me achando com cara de boba? De palhaça? Eu sei o que aconteceu com essa aliança. Você tirou do dedo para namorar. É ou não é? Para fazer um programa. Chega em casa a esta hora e ainda tem a cara-de-pau de inventar uma história em que só um imbecil acreditaria.
— Mas, meu bem...
— Eu sei onde está essa aliança. Perdida no tapete felpudo de algum motel. Dentro do ralo de alguma banheira redonda. Seu sem-vergonha!

E ela sairia de casa, com as crianças, sem querer ouvir explicações. Ele chegou em casa sem dizer nada. Por que o atraso? Muito trânsito. Por que essa cara? Nada, nada. E, finalmente:

— Que fim levou a sua aliança? E ele disse:
— Tirei para namorar. Para fazer um programa. E perdi no motel. Pronto. Não tenho desculpas. Se você quiser encerrar nosso casamento agora, eu compreenderei.

Ela fez cara de choro. Depois correu para o quarto e bateu com a porta. Dez minutos depois reapareceu. Disse que aquilo significava uma crise no casamento deles, mas que eles, com bom-senso, a venceriam.

— O mais importante é que você não mentiu pra mim.

E foi tratar do jantar.


(Do livro "As mentiras que os homens contam)
Luiz Fernando Verissimo

sexta-feira, 31 de julho de 2009

E porque hoje é sexta...


...já sabe: piadenha! :-)

No galinheiro

Uma galinha põe um ovo de meio quilo. Jornais, televisão, repórteres.
Todos atrás da galinha. E começa a entrevista coletiva:
- Como conseguiu esta façanha, Sra. Galinha?
- Segredo de família.
- E os planos para o futuro?
- Pôr um ovo de um quilo!
As atenções se voltam então para o galo.
- Como conseguiram tal façanha, Sr. Galo?
- Segredo de família!
- E os planos para o futuro?
- Encher o avestruz de porrada!

Vi lá no Blog do Estagiário.

Bom fim de semana!

sexta-feira, 24 de julho de 2009

E porque hoje é sexta...


... a piadinha semanal chega pra começar alegrando o final de semana!

No Zoológico

Um dia, no jardim zoológico, observaram que a gorila entrou numas de ficar triste pelos cantos e não queria mais se alimentar, estava ficando fraca, doente, até que chamaram um veterinário.
— O problema dela é depressão, disse o Dr. - Ela precisa ter relações sexuais.
— Mas Dr, nós não temos um gorila macho, e trazer um de outro zoológico para cá, na situação que estamos é praticamente impossível!
Nisso, um funcionário que acompanhava a conversa falou:
— Eu acho que tenho a solução! Tenho um vizinho dinamarquês, muito peludo, quem sabe a gente convence ele a transar com a gorila.... E assim, entraram em contato com o gajo (esse é um tratamento comum na Dinamarca!). Este de início recusou:
— De jeito nenhum, o pá! Isso é pecado! A Maria me abandona se souber...
— Mas, Seu Manoel... é por R$500,00...
— Vou pensaire....
Dois dias depois o português foi ao zoológico:
— Está baim. Eu concordo, mas com três condições: a primeira é que não pode havere beijo.
— Sem dúvida, a gorila não beija, pode ficar sossegado.
— A segunda é que não pode havere foto! se a Maria descobre....
— Tudo bem! Sem fotos! E qual a terceira?
— Os R$500,00!
— O que é que tem?
— Eu posso pagaire em duas vezes??????

"Clonado" de : http://www.sobobagem.com.br/shtml/918.shtml

Desejo a todos um bom fim de semana!

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Para pensar...


Essa mensagem eu recebi da Myriam (mais conhecida como Mamãe! :-) ). Fala sobre nossa atitude em relação ao que nos acontece, principalmente quando estamos com raiva. Hoje em dia chamam isso de "Inteligência Emocional".

Lobos internos

Um velho avô disse a seu neto, que veio a ele com raiva de um amigo que lhe havia feito uma injustiça:
— Deixe-me contar-lhe uma história. Eu mesmo, algumas vezes, senti grande ódio daqueles que aprontaram tanto, sem qualquer arrependimento daquilo que fizeram. Todavia, o ódio corrói você, mas não fere seu inimigo. É o mesmo que tomar veneno, desejando que seu inimigo morra. Lutei muitas vezes contra estes sentimentos.
E ele continuou:
— É como se existissem dois lobos dentro de mim. Um deles é bom e não magoa. Ele vive em harmonia com todos ao redor dele e não se ofende quando não se teve intenção de ofender. Ele só lutará quando for certo fazer isto, e da maneira correta. Mas o outro lobo, este é cheio de raiva. Mesmo as pequeninas coisas o lançam num ataque de ira! Ele briga com todos, o tempo todo, sem qualquer motivo. Ele não pode pensar porque sua raiva e seu ódio são muito grandes. É uma raiva inútil, pois não irá mudar coisa nenhuma. Algumas vezes é difícil de conviver com estes dois lobos dentro de mim, pois ambos tentam dominar meu espírito.
O garoto olhou intensamente nos olhos de seu avô e perguntou:
— Qual deles vence, vovô?
O avô sorriu e respondeu baixinho:
— Aquele que eu alimento mais freqüentemente.

Autor Anônimo

Desejo a todos uma ótima semana!

sexta-feira, 17 de julho de 2009

E porque hoje é sexta...


...uma piadinha! Devido a falta de tempo, foi o que puder achar! :-)

Excelente final de semana a todos!

O SEQUESTRO DE RENAN CALHEIROS

Em Brasília, o sujeito para o caro em um sinal de trânsito. Imediatamente um homem bate no vidro do carro. Ele então abaixa o vidro para ouvir o que o outro homem quer.

O homem de fora diz:

-O Senador Renan Calheiros foi sequestrado e os bandidos pedem um resgate é de um milhão de dólares. Se o preço não for pago, os sequestradores vão jogar gasolina e atear fogo no Senador. Nós estamos arrecadando doações para ajudar. O Sr. gostaria de participar?

O motorista do carro pergunta:

-Na média, quanto o pessoal está doando?

O outro homem responde:

-Uns dão 10 litros, outros dão fósforos ou isqueiros....

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Um pássaro...


Eu recebi esse vídeo por e-mail. Não sei quem o fez. Aliás, se alguém souber, peço que me diga para eu poder dar os devidos créditos.
Sei que hoje não é segunda-feira, dia da semana em que eu pretendo colocar uma mensagem para reflexão, mas como não postei mensagem antes de ontem, e como achei o vídeo muito interessante, resolvi postar agora. Ele traz algumas reflexões. Paciência, carinho, etc. Vale a pena dar uma olhada.


segunda-feira, 6 de julho de 2009

Para pensar...


Essa mensagem eu recebi do Giovani. Segundo está escrito, este texto foi encontrado em Baltimore, na igreja de Saint-Paul, em 1962.

"No meio do barulho e da agitação, caminhe tranqüilo, pensando na paz que você pode encontrar no silêncio.
Procure viver em harmonia com as pessoas que estão ao seu redor, sem abrir mão de sua dignidade.
Fale a sua verdade, clara e mansamente. Escute a verdade dos outros, pois eles também têm a sua própria história.
Evite as pessoas agitadas e agressivas: elas afligem o nosso espírito.
Não se compare aos demais, olhando as pessoas como superiores ou inferiores a você: isso o tornaria superficial e amargo. Viva intensamente os seus ideais e o que você já conseguiu realizar.
Mantenha o interesse no seu trabalho, por mais humilde que seja: ele é um verdadeiro tesouro na contínua mudança dos tempos.
Seja prudente em tudo o que fizer, porque o mundo está cheio de armadilhas. Mas não fique cego para o bem que sempre existe.
Há muita gente lutando por nobres causas. Em toda parte, a vida está cheia de heroísmo.
Seja você mesmo. Sobretudo não simule afeição e não transforme o amor numa brincadeira, pois no meio de tanta aridez, ele é perene como a relva. Aceite com carinho o conselho dos mais velhos e seja compreensivo com os impulsos inovadores da juventude.
Cultive a força do espírito e você estará preparado para enfrentar as surpresas da sorte adversa. Não se desespere com perigos imaginários: muitos temores têm sua origem no cansaço e na solidão.
Ao lado de uma sadia disciplina, conserve, para consigo mesmo, uma imensa bondade. Você é filho do universo, irmão das estrelas e árvores, você merece estar aqui. E mesmo se você não pode perceber, a terra e o universo vão cumprindo o seu destino.
Procure, pois, estar em paz com Deus, seja qual for o nome que você lhe der. No meio de seus trabalhos e aspirações, na fatigante jornada pela vida, conserve, no mais profundo do ser, a harmonia e a paz.
Acima de toda mesquinhez, falsidade e desengano, o mundo ainda é bonito. Caminhe com cuidado, faça tudo para ser feliz e partilhe com os outros a sua felicidade."
Desejo uma excelente semana a todos!

domingo, 5 de julho de 2009

Brasiliambulismo


Não estou com a máquina fotográfica aqui, deixei em Belém, pois é mais importante tirar fotos das "molecagens" do Gustavo! Mas com o celular dá pra tirar algumas fotos daqui de Brasília. A qualidade não é das melhores, mas dá pro gasto.
Acho que peguei o vírus do Belenambulismo. Talvez tenha algum tipo de mutação pro Brasiliambulismo! :-)

No caminho para o trabalho:



Na volta do trabalho. É no mesmo lugar dessa foto aqui em cima, mas a hora e o ângulo são diferentes:



Essa foi no restaurante Mangai. Apesar do nome, é um restaurante típico de comidas nordestinas. A comida é muito boa, a variedade é imensa. Fui apresentado ao Mangai pelo Márcio e pela Fernanda. Foi meu almoço de comemoração de aniversário! E como me fez bem ir lá, já que tinha pouco tempo em Brasília e passaria o sábado sozinho. Agradeço aos dois pela companhia!
A foto mostra a vista que temos à partir do restaurante. Dá pra ver ao fundo a ponto JK (ou ponte do McDonald's :-) ):



Aqui, eu de "Capitão Virgulino"! Pena que este "Lampião" estava sem sua "Maria Nádia Bonita"!



Nesta foto, vista da sacada do apartamento do Márcio, em Águas Claras, uma das cidades satélites do DF. Lá se vê construção em todo lugar. Um bom local pra se morar. Com boa vontade, dá pra ver parte da estação do metrô:



Assim que tirar outras fotos, faço outro post aqui.

sábado, 4 de julho de 2009

Brasília, Brasília


Hoje acordei com dor de cabeça. Depois de um comprimido e umas horas de sono, tudo normal de novo. Depois do almoço (quase 3 da tarde!), resolvi dar uma caminhada pra conhecer as redondezas.
Gostei do que vi, principalmente da tranquilidade que fica aqui em Brasília no final de semana. Porém, ia ser excelente se tivesse todo mundo aqui (Nádia, Kalil, Gustavo e Fernando). É que passear com todo mundo é muito mais legal. Sozinho, chega a ser um pouco deprimente. Ah, a saudade...
Me lembrei da música London, London, da Caetano Veloso. Me senti assim hoje: andando por aí, sem um rumo definido, apenas passeando; me sentindo sozinho, numa cidade que acho muito bacana. E talvez procurando discos voadores! :-)
Gosto da versão cantada pelo RPM, por isso coloquei o clip aí embaixo. Logo em seguida, a letra. Quem quiser ver a tradução, clica aqui.



London, London
Caetano Veloso

I'm wandering round and round, nowhere to go
I'm lonely in London, London, is lovely so
I cross the streets without fear, everybody keeps the way clear
I know, I know, there's no one here to say hello
I know they keep the way clear, I am lonely in London without fear
I'm wandering round and round, nowhere to go

While my eyes, go looking for flying saucers in the sky
But my eyes, go looking for flying saucers in the sky

Oh, Sunday, Monday, Autumn pass by me
And people hurry on so peacefully
A group approach the policeman, he seems so pleased to please them
It's good to live at least and I agree
He seemed so pleased at least and it's so good to live in peace
And Sunday, Monday years and I agree

While my eyes, go looking for flying saucers in the sky
But my eyes, go looking for flying saucers in the sky

I choose no face to look at, choose no way
I just happen to be here and it's ok
Green grass, blue eyes, gray sky, God bless, silent, pain and happiness
I came around to say yes, and I say
Green grass, blue eyes, gray sky, God bless, silent, pain and happiness
I came around to say yes, and I say

While my eyes, go looking for flying saucers in the sky
But my eyes, go looking for flying saucers in the sky

While my eyes, go looking for flying saucers in the sky
Yes my eyes, go looking for flying saucers in the sky

sexta-feira, 3 de julho de 2009

E porque hoje é sexta...


...uma piada pra começar rindo o final de semana.

A mulher na farra

Na noite passada, fui convidada para uma reunião com "as meninas".
Eu disse a meu marido que estaria de volta à meia-noite:
- Prometo!, eu disse.
Mas, as horas passaram rapidamente e a champanhe estava rolando solta. Por volta das 3 da manhã, bêbada feito um gambá, eu fui para casa.
Mal entrei e fechei a porta, o cuco no hall disparou e "cantou" três vezes. Rapidamente, percebendo que meu marido podia acordar, eu fiz "cu-co" mais 9 vezes.
Fiquei realmente orgulhosa de mim mesma por ter uma idéia tão brilhante e rápida (mesmo de porre) para evitar um possível conflito com ele. Na manhã seguinte, meu marido perguntou a que horas eu tinha chegado e eu disse a ele meia-noite.
Ele não pareceu nem um pouquinho desconfiado.
Ufa! Daquela eu tinha escapado!
Então, ele disse:
- Nós precisamos de um novo cuco.
Quando eu perguntei por que, ele respondeu:
- Bom, esta noite nosso relógio fez "cu-co" 3 vezes, depois não sei porque soltou um..."caraaaaamba!". Fez "cu-co" mais 4 vezes e pigarreou. Fez mais 3 vezes, riu, e fez mais 2 vezes. Daí, tropeçou no gato, derrubou a mesinha da sala, caiu, deitou e dormiu...

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Lançado o Firefox 3.5



Foi lançada nesta terça-feira, 30/06, pela Fundação Mozilla, a versão 3.5 do Firefox.
Nesta nova versão, o navegado promete ser duas vezes mais rápido que o seu antecessor, o Firefox 3.0, e 10 vezes mais rápido que o Firefox 2.
Ele também tem suporte ao HTML 5 e modo privado de navegação, que permite que se navegue sem deixar rastros.
Em menos de 24 horas, mais de 4 milhões de downloads já haviam sido feitos. No Brasil, mais de 140.000.
Você pode acompanhar os downloads aqui. E aqui você pode ler sobre as novidades da versão (em inglês). Para fazer o download da nova versão, clique aqui e boa navegação! Eu já tô atualizando o meu browser!

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Para pensar...


Essa mensagem eu vi no site http://psicologues.com/int/pagina3751.aspx?Para+Refletir. E é uma coisa que percebi (e estou tentando colocar em prática) há muito tempo.

AMAR COM A MÃO ABERTA
por Ruth Sanford

Esta semana enquanto conversava com um amigo recordei uma história que ouvi neste verão:

" Uma pessoa generosa, vendo uma borboleta que lutava para sair de seu casulo, e querendo ajudar, soltou os filamentos, com muita suavidade, para fazer uma abertura. A borboleta foi liberada, emergiu do casulo, suas asas se agitaram, mas não pode voar. O que essa pessoa generosa não sabia era que somente através da luta pela vida é que as asas poderiam crescer fortalecidas para voar. A vida da borboleta foi desperdiçada no solo; nunca conheceu a liberdade, nunca realmente viveu ".

Eu chamo isto aprender a amar com a mão aberta. É uma aprendizagem que veio lentamente a mim e foi forjada na combustão da dor e nas águas da paciência. Estou aprendendo que tenho que deixar livre quem amo, pois se aperto ou aprisiono, tentando controlar, perco o que tento segurar. Se tento mudar alguém que amo porque acho que sei como aquela pessoa deveria ser, eu a impeço de um direito precioso, o direito de ser responsável pela própria vida e pelas escolhas e pelo jeito de ser/estar.

Sempre que imponho meu desejo ou minha vontade ou tento exercer poder sobre o outro, eu o impeço da realização completa de crescimento e maturação; limito e frustro, por meu ato de possessão, não importa quão amável seja minha intenção.

Posso limitar e posso ferir pelos atos mais amáveis de proteger e de proteção. Nossa excessiva preocupação pode dizer mais eloqüentemente as palavras à uma outra pessoa: " Você está impossibilitado de se cuidar; tenho que cuidar de você porque você é meu. Eu sou responsável por você ".

À medida que aprendo e pratico cada vez mais, posso dizer a quem amo, "eu o amo, o estimo, o respeito e confio que você tem ou pode desenvolver poder para se tornar tudo aquilo que é possível você se tornar - se eu não atrapalhar seu caminho. Eu o amo tanto que posso deixar você livre para andar ao meu lado na alegria e na tristeza. Compartilharei suas lágrimas mas não lhe pedirei que não chore. Responderei à sua necessidade, me preocuparei e o confortarei, mas não o sustentarei quando você puder caminhar só. Estarei pronto para estar com você em seu pesar e solidão, mas não tirarei isto de você. Me esforçarei para escutar seu significado, como também suas palavras, mas nem sempre concordarei. Às vezes ficarei irritada, e quando isto acontecer, tentarei lhe falar abertamente de forma que eu não precise ficar ressentida devido às nossas diferenças ou me sentir estranha. Nem sempre poderei estar com você ou ouvir o que você diz, pois preciso de momentos para ouvir a mim mesma e , quando isso acontecer, serei tão honesta com você quanto puder ".

Estou aprendendo a dizer isto, seja por palavras ou pelo meu modo de ser com outros e comigo, a esses que amo e com quem eu me importo. E chamo isto de amar com a mão aberta. Nem sempre posso manter minhas mãos fora do casulo, mas estou melhorando!"

Boa semana a todos!

sexta-feira, 26 de junho de 2009

E porque hoje é sexta...


...não vai haver piadas. Vide post abaixo.

Sobem duas estrelas...


Foto: http://bicodocorvo.com.br/celebridades/musicos/michael-jackson/

Ontem não foi um dia de boas notícias no mundo das celebridades. Faleceu, aos 50 anos de idade, Michael Joseph Jackson. Ele foi levado a um hospital com parada cardíaca, e não resistiu. Talentoso e polêmico são, em minha opinião, os adjetivos que melhor o definem.


Foto: http://www.seventieshairstyles.net/farrah-fawcett-and-her-seventies-hairstyle/

Também ontem faleceu, a atriz Mary Farrah Leni Fawcett. Ela, que tinha 62 anos de idade, lutava contra o câncer, mas infelizmente perdeu a batalha. Farrah ficou famosa em 1976, ao integrar o elenco do seriado "Charlie's Angels" ("As Panteras", no Brasil).

Quero deixar registrado o meu respeito e admiração por esses dois ícones das artes no cenário mundial.

domingo, 21 de junho de 2009

Para pensar...


Resolvi que toda segunda-feira (pelo menos é o que eu pretendo!) vou colocar aqui uma mensagem, um texto, alguma coisa do gênero (algo sério, pois sexta-feira é dia de piada). Então, pra começar, vai esse texto que recebi do Giovani e achei interessante:

Um esposo foi visitar um sábio conselheiro e disse-lhe que já não mais amava sua esposa e que pensava em separar-se.

O sábio escutou-o, olhou-o nos olhos e disse-lhe apenas uma palavra:
- Ame-a. E se calou.
- Mas, já não sinto nada por ela!, disse o esposo.
- Ame-a, disse-lhe novamente o sábio.

Diante do desconserto do esposo, depois de um breve silêncio, o sábio disse-lhe o seguinte:

-Amar é uma decisão, não um sentimento. Amar é dedicação e entrega. Amar é um verbo e o fruto dessa ação é o amor. O amor é um exercício de jardinagem: arranque o que faz mal, prepare o terreno, semeie, seja paciente, regue e cuide. Esteja preparado porque haverá pragas, secas ou excessos de chuvas, mas nem por isso abandone o seu jardim. Ame seu par, ou seja, aceite-o, valorize-o, respeite-o, dê-lhe afeto e ternura, admire-o e compreenda-o. Isso é tudo. Ame!
A inteligência sem amor te faz perverso.
A justiça sem amor te faz implacável.
A diplomacia sem amor te faz hipócrita.
O êxito sem amor te faz arrogante.
A riqueza sem amor te faz avaro.
A docilidade sem amor te faz servil.
A pobreza sem amor te faz orgulhoso.
A beleza sem amor te faz ridículo.
A autoridade sem amor te faz tirano.
O trabalho sem amor te faz escravo.
A simplicidade sem amor te deprecia.
A oração sem amor te faz introvertido.
A lei sem amor te escraviza.
A política sem amor te deixa egoísta.
A fé sem amor te deixa fanático.
A cruz sem amor se converte em tortura.
A vida sem amor... não tem sentido.
Boa semana a todos!

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Atchim!!!....


Depois de mais de 15 dias sem postar nada, esse blog já acumulando poeira! Até espirrei quando a página abriu! :-)
De noite faço uma faxina melhor e coloco alguma coisa (ui!). Por ora, é só pra dizer que eu e o Farinha Digital ainda estamos vivos!

terça-feira, 2 de junho de 2009

Novidades...


Vou passar uns tempos fora de Belém. 03 meses, a princípio. Preciso mudar de ares, profissionalmente falando.E espero, sinceramente, que esta mudança seja benéfica pra mim e para minha família.
Vou para Brasília. A família, neste primeiro momento, vai ficar. Isso me aperta o coração, pois preciso muito deles. Todos eles: Nádia, Kalil, Gustavo e até do Fernando, que ainda tá se preparando pra nascer.
Vou sentir muitas saudades: saudades de amigos que tenho aqui. Não são muitos, é verdade, mas eu prezo a qualidade. Não vou citar nomes. Mas ele sabem quem são. E agradeço a todos eles pelas conversas pedindo opinião, pela paciência em me ouvir, e principalmente pela sinceridade. Vou continuar contando com eles, mesmo à distância, da mesma forma que sei que eles sabem que podem contar comigo.
Prometo pra mim mesmo que vou tentar continuar escrevendo aqui no Farinha. Vai ser minha terapia. Então, não se espantem os amigos que por aqui passam ao verem algum sentimentalismo. Será, decerto, verdadeiro.
Estou ansioso pela viagem. Também bastante otimista. Certamente vai ser um período de muito trabalho, mas de muitas vitórias.
Mandarei notícias de lá assim que me estabelecer (e conseguir uma boa conexão 3G :-) ).
Torçam por mim!

sábado, 30 de maio de 2009

Prisão?


É por causa de coisas como esta, esta outra e mais esta aqui (dentre muitas outras) que sou obrigado a concordar com um telespectador do programa Balanço Geral, da Record Belém: Prisão pra político? Só se for prisão de ventre...
Isso é, no mínimo, revoltante!

sexta-feira, 29 de maio de 2009

E porque hoje é sexta...

...mais um piadinha pra alegrar o final de semana!
Por causa de situações assim que é sempre bom recorrer ao velho "hum-hum"!...
Bom final de semana a todos!

De noite, após o jantar, já deitados, a mulher puxa conversa com o marido:
-Se eu morresse você casaria outra vez?
-Claro que não, amor!
-Não? Por quê?! Não gosta de estar casado?
-Sim, claro que gosto!
-Então por que não casaria de novo?
-Tá bem, eu casava…
-(com um olhar triste) Casava?
-Sim. Só porque foi bom com você…
-E dormiria com ela na nossa cama?
-Onde é que você queria a gente dormisse?
-E vai substituir as minhas fotografias por fotografias dela?
-Isso é natural, não?
-E ela vai usar o meu carro?
-Não. Ela não sabe dirigir…
-Hãn?!?!?!?! (silêncio)
-(em pensamento) Danou-se!!!

MORAL DA HISTÓRIA: JAMAIS prolongue um assunto com uma mulher… apenas abane a cabeça ou diga: "HUM-HUM".

terça-feira, 26 de maio de 2009

E se o Linux fosse o mais usado??

Depois de 4 dias sem postar nada por aqui, retorno com um texto que vi no Portal Aprendendo Linux. Achei o texto interessante. Óbvio que ele não encerra o assunto Windows x Linux (e nem pretende!), mas mostra a visão de um usuário que usa o Linux e, por sugestão de amigos, resolve utilizar o Windows.
Eu já passei pela situação inversa (Windows -> Linux), mas foi por motivos profissionais. E penso que, como profissional de TIC, devo conhecer ambos os sistemas operacionais. Mas eu prefiro trabalhar com o Linux, por diversos motivos. Mas isso já fica pra um outro post!
Agora, vamos ao texto:

Texto original:
http://groups.google.com/group/ubuntubrasil/browse_thread/thread/3221dff37dc51011?hl=pt-BR

E se o sistema operacional mais usado fosse o Linux???

Eu compreendo o indivíduo que declarou ter problemas em passar do Windows para o Linux. Senti o mesmo ao experimentar o Windows. Decidi experimentá-lo, depois de alguns amigos que o usam a toda a hora me dizerem que era ótimo.
Fui até ao site da Microsoft para baixá-lo mas não estava lá disponível. Fiquei frustrado porque não consegui descobrir como se baixava o mesmo. Por fim tive que perguntar a um amigo e ele disse-me que tinha de o comprar.
Fui até o carro, fui até uma loja especializada em venda de softwares diversos e pedi a um dos vendedores uma cópia do Windows. Ele perguntou-me qual, eu disse-lhe: “Quero a mais completa, por favor” e ele respondeu: “São R$ 599,00 por favor…”. Soltei um palavrão e voltei para casa de mãos abanando.
Um dos meus amigos deu-me uma cópia do Windows XP mas disse-me para não dizer nada a ninguém. Achei estranho porque faço sempre cópias do Linux para qualquer pessoa que me peça e digo sempre para passar essa cópia a qualquer outra pessoa que esteja interessada, uma vez que já precisem dela. De qualquer forma coloquei o CD no leitor e esperei que iniciasse o sistema do “Live CD”. Não funcionou. A única coisa que fazia era perguntar-me se o queria instalar. Telefonei para um dos meus amigos, para saber se estava a fazer alguma asneira, mas ele disse-me: “O XP não roda o sistema diretamente do CD”.
Decidi, então, instalá-lo. Segui as instruções que apareciam na tela mas comecei a ficar nervoso porque não perguntou nada sobre os outros sistemas operacionais. Quando instalei o Linux, ele reconheceu que tinha outros sistemas operacionais na máquina e perguntou-me se queria criar uma nova partição e instalar o Linux lá. Voltei a ligar para o meu amigo e ele disse-me que o Windows elimina qualquer outro sistema operacional que encontra, ao instalar-se.
Fiz uma cópia de segurança das minhas coisas e joguei-me de cabeça na instalação. A instalação foi bastante simples, tirando a parte em que tive que escrever umas letras e um código. Tive de ligar outra vez para o meu amigo mas ele ficou chateado e veio escrever ele próprio o código. Voltou a dizer-me para não dizer nada a ninguém (!!!).Depois de reiniciar o computador, dei corrida de olhos pelo sistema.
Fiquei chocado quando me deixou mudar as configurações do sistema sem pedir o acesso de root. O meu amigo começou a ficar um bocado irritado quando liguei outra vez para ele, mas acabou por aparecer em minha casa. Disse-me que o acesso de root era dado logo na inicialização. Tratei logo de fazer outra conta de usuário normal e passei a usá-la. Comecei a ficar confuso quando tentei fazer mudanças e o sistema, ao invés de pedir acesso de root, disse-me que tinha que fechar a sessão de utilizador normal e abrir uma sessão como administrador. Comecei, então, a perceber porque é que tantas pessoas entram sempre como root e tive um arrepio na espinha.
Bom, mas já era hora de trabalhar. Fui ao menu “Iniciar -> Programas”, para abrir uma planilha que eu precisava terminar, mas não consegui encontrar a aplicação de planilhas. O meu amigo disse-me que o Windows não trazia nenhuma aplicação dessas e que eu teria que a baixar da Internet. “Oh…”, pensei, “uma distribuição básica”. Fui ao “Adicionar/Remover Programas” do painel de controle (tal como no Linux), mas não havia lá programas para adicionar. Apenas deixava remover os programas. Não consegui encontrar o botão para adicionar aplicações. O meu amigo disse-me que eu tinha que procurar as aplicações por minha conta. Depois de muita pesquisa no Google, lá encontrei, descarreguei e instalei o OpenOffice.org.
Para dizer a verdade, diverti-me à brava com o Windows. Não entendi muito da terminologia… porque é que há um drive A, depois um C… onde é que está o drive B? Achei a distribuição demasiado básica, não inclui nenhuma aplicação que seja verdadeiramente de produtividade e torna-se muito confuso procurá-la. O meu amigo disse-me que eu precisava de software anti-vírus e anti-spyware, mas o Windows não
vinha com nada disso.
Achei-o difícil, confuso e demasiado trabalhoso para mim. Pode ser bom para uma pessoa que seja do tipo técnico, como o meu amigo, mas eu fico-me pelo Linux, obrigado.

sexta-feira, 22 de maio de 2009

E porque hoje é sexta...


...uma piadinha pra começar o final de semana sorrindo. Excelente fim de semana a todos!

Esperteza??

Um velho fazendeiro tinha um bonito lago em sua enorme fazenda. Depois de muito tempo sem ir ao local, decidiu dar uma olhada geral para ver se estava tudo em ordem. Pegou um balde para aproveitar o passeio e trazer umas frutas existentes no caminho. Ao aproximar-se do lago, escutou vozes femininas, animadas, se divertindo.
Ao chegar mais perto avistou um bando de jovens mulheres se banhando completamente nuas.
Ele se fez presente e com isso todas fugiram para a parte mais funda da água.
Uma das mulheres gritou:
— Não sairemos enquanto o senhor não sair de perto, para bem longe!
O velho respondeu:
— Eu não vim até aqui para ver vocês nadando ou saindo do lago, nuas!
Levantando o balde, ele disse:
— Eu só vim dar comida ao jacaré...

quarta-feira, 20 de maio de 2009

A europa é aqui... pelo menos pareceu!


Hoje amanheceu com neblina. Coisa que não se via a algum tempo em Belém/Ananindeua. Clima ameno, bem gostoso. Diria até, com certo exagero, um clima europeu! Dá vontade de sair pra caminhar na rua. Gosto quando o dia começa assim, mesmo sabendo que logo mais a temperatura volta à normalidade, ou seja, de 30º pra cima.
Tirei algumas fotos (a Nádia tirou, melhor dizendo. Eu tava dirigindo! :-) ). Pena que foi com a câmera do celular, já que a máquina fotográfica ficou em casa. Mas dá pra ter uma ideia (ideia sem acento agudo, segundo o novo acordo ortográfico! :-) ).
Essa foto aí de baixo foi tirada quando passava em cima do viaduto da BR-316. A vista é da saída da cidade:


Essa outra foi tirada saindo do viaduto e entrando na BR-316, a caminho do trabalho:


Essa já na BR-316, no sentido Viaduto-Entroncamento:


Agora na av. João Paulo II, quase chegando na Dr. Freitas. A ideia era mostrar a torre da RBA. Um brinde pra quem descobrir onde está a torre!


Aqui, a torre da RBA mais de perto torre da Atlas-BR (agradeço a correção ao Belenambulo. Nem eu mesmo que tirei a foto observei que tava vendo a “torre” errada. Boa observação!). Não estou ganhando nada com a propaganda! :-)



Só pra mostrar o contraste do clima, algumas fotos tiradas no sábado retrasado (também com o celular, de novo esqueci a câmera!...), ao lado da Casa das 11 Janelas. Foi um fim de tarde maravilhoso. Veja:


Mais uma:

E outra:

Agora, falando sério: tem clima mais gostoso do que acordar com um sorriso desses??????

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Campanhas ecologicamente corretas


Foi lançada uma campanha em prol da redução do consumo de água. Essa campanha prega que devemos fazer xixi, urinar, fazer pipizinho, (coloque aqui sua denominação favorita para o número 1), etc, no box enquanto tomamos banho. Eu achei que era brincadeira, mas fui conferir e descobri que é verdade: http://www.sosmatatlantica.org.br/index.php?section=content&action=contentDetails&idContent=387. A campanha tem até um site (http://www.xixinobanho.org.br/) e um mascote:


Ainda bem que não fui apenas eu que achei a idéia estranha: para "tirar um sarro" dessa campanha, foi lançado um blog chamado Cocô no Banho. Segundo esse blog, "Em média, os brasileiros usam 2,4m de papel higiênico cada vez que fazem cocô no vaso" e "A quantidade de papel higiênico que você poupa durante um ano é equivalente a 1 árvore. Por isso, faça cocô no banho e poupe uma árvore.".
Esse blog tem até FAQ (Frequently Asked Questions, ou Perguntas Mais Freqüentes)! :-)
Agora, falando sério: vamos ser ecologicamente corretos (ou cocôrretos!), mas fazer xixi no banho...

sexta-feira, 15 de maio de 2009

E porque hoje é sexta...


...nada melhor que uma piadinha pra relaxar.
Desde já desejo um bom fim de semana a todos! E cuidados com os bilhetinhos e memorandos que andam deixando por aí! :-)

Memorando do Gerente de Relações Humanas para as secretárias de uma grande empresa:

Recomendamos a todas as mulheres da empresa, que ao solicitar xerox através de bilhetes, o façam com propriedade e com frases completas. A grande maioria dos bilhetes recebidos têm causado alguns problemas aos nossos colegas de trabalho, colocando em risco, inclusive, a paz nos seus lares, quando por acaso esquecem os bilhetes nos bolsos de suas roupas. Como exemplo, abaixo transcrevemos algumas dessas solicitações de cópias:

-'Márcio, seja bonzinho ...Faça igual a última vez ... Please!'

-'Joãozinho... Quero quatro rapidinhas!'

-'Zeca, hoje eu tenho que ser a primeira porque estou mais necessitada!'

-'Márcio, quero dos dois lados e presta atenção: atrás tem que caber tudo!'

-'Toninho, por favor... Coloca na frente pra mim, vai ...'

-'Joãozinho, presta atenção, estou muito angustiada ...Estou atrasada!'

-'Toninho, tira o mais rápido possível, porque o gerente também vai querer...'

-'José, por favor, devagar, com carinho, porque quero bem feito.'

-'Zeca, cuidado! É comprido e largo.... Posicione direito para que nãofique nada de fora.'

-'Carlos, será que dá pra entrar no meio sem que ninguém perceba e tirar uma rapidinha?'

Piada enviada pelo Ézyo.